Bebê que passa duas horas ou mais nas telas, como celular, computador, tablet e tv, corre maior risco de desenvolver transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDHA)

25 de abril de 2019

Entenda a pesquisa que apontou que bebê que passa muito tempo no celular, tablet ou tv tem mais chances de ter TDHA

Bebê que passa duas horas ou mais nas telas, como celular, computador, tablet e tv, corre maior risco de desenvolver transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDHA). É o que aponta uma pesquisa feita pela Universidade de Alberta no Canadá com 2400 famílias.

O estudo observou que quando crianças por volta dos dois ou três anos de idade passam duas horas ou mais por dia diante das telas eles têm sete vezes mais chances de desenvolver TDHA alguns anos depois.

Além disso, a pesquisa também apontou que esses pequenos correm maior risco de ter problemas comportamentais. “Acreditamos que isso acontece porque o maior tempo de exposição às telas faz com que as crianças passem menos tempo realizando outras atividades importantes para o desenvolvimento como brincadeiras ao ar livre e até mesmo dormir”, disse o Dr. Piush Mandhane, um dos autores da pesquisa, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

O pesquisador continuou e concluiu: “Nossa pesquisa sugere que maior exposição às telas leva a menos horas de sono. Ter uma rotina de sono consistente e limitar a exposição às telas é essencial para o desenvolvimento e o comportamento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.